in

As Consequências do Refrigerante

imagem destacada do artigo que descreve as consequências do refrigerante
As consequências do refrigerante

As consequências do refrigerante são bastante prejudiciais. Todos nós sabemos que o refrigerante é uma bebida altamente rica em açúcar, e essa alta quantidade de açúcar é uma das principais consequências que nós sofremos ao tomar o mínimo de refrigerante que seja, podendo afetar nosso cérebro, coração, pulmões e dentes… Continue lendo para entender melhor as consequências do refrigerante.

O que acontece com nosso corpo quando bebemos refrigerante? Os efeitos imediatos do refrigerante são bem documentados. Cerca de 20 minutos após você ingerir um simples copo, de 250 ml por exemplo, ele descarrega em você até 100 por cento da sua ingestão diária de açúcar recomendada, ou 10 colheres de chá de açúcar.

Os seus níveis de açúcar no sangue aumentam, causando uma explosão de insulina que engana o fígado para converter todos os açúcares em gordura. Dentro de 40 minutos, a absorção da cafeína está completa, e o resto do seu corpo responde de acordo: Suas pupilas dilatam-se, a sua pressão arterial sobe, e o fígado começa a despejar ainda mais açúcar em sua corrente sanguínea.

Essa é apenas a primeira hora. Ao longo do tempo, dois copos de refrigerantes por dia vão começar a afetar quase todas as partes do seu corpo. Por isso, veja a seguir as consequências do refrigerante para sua saúde.

As Consequências do Refrigerante

CÉREBRO

Uma alimentação rica em açúcar pode interferir com um número de processos neurológicos, particularmente aqueles que estão envolvidos no processo de tomada de memória. Um estudo publicado na revista Neuroscience descobriu que quantidades excessivas de adição de açúcar pode reduzir a produção de um produto químico conhecido como fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF). E com níveis inadequados de BDNF, tarefas cognitivas cotidianas, como formações de aprendizagens e memória tornam-se muito mais difíceis.

“Nossos resultados indicam que uma alimentação popularmente consumida pode influenciar aspectos cruciais da plasticidade neuronal e comportamental associado com a função de BDNF”, escreveram os pesquisadores em sua conclusão.

CORAÇÃO

Em 2012, um estudo da Universidade de Harvard descobriram que as pessoas que bebem apenas um copo de refrigerante por dia aumentam seriamente o risco de doenças cardíacas crônicas (CHD). Em comparação com os participantes que beberam menos refrigerante, aqueles que mais bebiam eram 20 por cento mais propensos a ter um ataque cardíaco. “O consumo de bebidas adoçadas com açúcar foi associado com aumento do risco de CHD e algumas mudanças adversas nos lipídios, fatores inflamatórios, e leptina”, concluíram os pesquisadores.

PULMÕES

Os cientistas também tem relacionado o consumo de refrigerante com o risco elevado de complicações pulmonares, como a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). “A quantidade de consumo de refrigerantes está associado com uma chance maior de asma e / ou COPD,” Dr. Zumin Shi, um pesquisador da Universidade de Adelaide e autor do estudo de 2012, escreveu. “Não existe uma dose resposta, o que significa que a quantidade da bebida mais suave que achamos que consumimos, pode trazer maior chance de desenvolver essas doenças “.

DENTES

Cada vez que você toma um gole de refrigerante, ingere-se também títulos de açúcar com bactérias em sua boca, dando origem ao ácido. Esse ácido enfraquece o esmalte dos seus dentes, o que ao longo do tempo conduz a placa bacteriana que provoca cáries. Refrigerante também reduz o pH da saliva, aumentando a proliferação bacteriana e erosão dentária. E ao contrário da crença popular, refrigerante light não é uma exceção.

Se você gostou de conhecer as consequências do refrigerante sobre a nossa saúde, não fique com esse conhecimento só pra você. Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares, muitas pessoas precisam saber como são perigosas as consequências do refrigerante para nossa saúde.